Candidatura espontânea

O que é uma candidatura espontânea?

A candidatura espontânea acontece quando uma pessoa oferece os seus serviços, sem que tenha sido publicitada qualquer oferta de emprego, enviando o seu CV e carta de apresentação para um potencial empregador.

Muitas e importantes empresas não recorrem aos anúncios de recrutamento de pessoal, preferindo efectuar as suas escolhas de entre os candidatos que se apresentaram espontaneamente, isto é, por sua própria iniciativa. Esta tem a vantagem de permanecer bastante tempo em carteira, ao contrário das respostas aos anúncios que são normalmente eliminadas logo que é feito o respectivo recrutamento.

Por que devo preparar uma candidatura espontânea?
– Despertar o interesse e a curiosidade do empregador;
– “Chamar” atenção para a leitura do CV, que deve ser enviado em anexo;
– Mostrar a sua motivação para o trabalho;
– Expressar interesse pela empresa;
– Conseguir obter uma entrevista.

A candidatura espontânea é uma forma de apresentação da disponibilidade e vontade de um candidato em oferecer os seus serviços a uma empresa, o que pode ser feito através do envio de uma carta de candidatura espontânea ou pela colocação do currículo num dos diversos sites de emprego.

Antes de proceder a uma candidatura espontânea o que devo fazer?
1. Definir zona geográfica onde pretende trabalhar;
2. Seleccionar e anotar as empresas que vão de encontro aos seus interesses.
3. Fazer uma listagem com os nomes completos, moradas completas e os números de telefone dos empregadores seleccionados.
4. Identificar as áreas em que pretende trabalhar;
5. Não se dirigir apenas às grandes empresas, pois nessas terá mais concorrência;
6. Informar-se sobre a empresa a que se candidata (actividade principal, tipo de produto ou serviço que presta, etc.);
7. Definir com clareza aquilo que pode, quer e sabe fazer.

Em termos de estrutura (redacção do conteúdo) seguir a da carta de apresentação.